sábado, 12 de abril de 2008

por falta de inspiração, postarei meu último rascunho não postado aqui...

Tal estado cheguei...
na escuridão eterna fui jogado,
não que ela seja efetivamente escura,
mas o sol nunca chegará aqui...

o ar é denso como se estivesse me pegando,
mal consigo respirar...

vieram e me despiram,
nada pude fazer,
eram muitos e mal os vi...

vieram outros e levaram minha pele...
e a esticaram por muito tempo,
para enfim usarem-na como cobertor...

meus músculos também se foram...
churrasco foi feito...
estou com fome...

meus ossos foram vendidos como marfim,
de todos apenas voltaram um garfo e uma faca...
furaram meus olhos e se foram para sempre...

sozinho no escuro, comecei a ouvir lamentos
tantos e por tanto tempo os ouvi,
que não sei mais qual deles é o meu...

súbitamente eu tomo consciência,
estou só neste inferno...
a chave é minha...

começo a correr...

Um comentário:

Patyy disse...

futuuuro namorado!
:)